Policia Civil prende pai e filho que mataram o comerciante Jorge da Comida Caseira em Nossa Senhora das Dores

Os dois supeitos confessaram a autoria do crime.


Foto: ssp.se.gov.br

Na manhã desta sexta-feira, 7, a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Nossa Senhora das Dores, apresentou os detalhes da operação que levou à prisão de Genilson Santos, 56 anos, e Adriano Souza Santos, 26 anos, na quarta-feira, 5. Eles foram indiciados pela morte de Jorge da Comida Caseira, comerciante em Nossa Senhora das Dores, assassinado em 12 de janeiro deste ano, motivado por uma rixa familiar.  


As investigações, conduzidas pelo delegado Fábio Santana, apontaram a localização do pai e filho que eram primos da vítima. “ Nilsinho, como é conhecido Genilson, foi preso no município de Arraias, localizado no estado de Tocantins. Já o filho Adriano, foi preso na cidade de Buritirama, no  interior da  Bahia, pela nossa equipe policial”, explica o delegado.


Ainda segundo o delegado, a rixa familiar que motivou o crime teve origem financeira. “ Há cerca de um mês antes do crime, Genilson Santos e a vítima se envolveram em um discussão por conta de um empréstimo que o suspeito teria pedido a própria mãe, a senhora Ivanilde, tia da vítima. Jorge se opôs ao pedido argumentando que ela já havia emprestado dinheiro antes e não havia recebido de volta. O comerciante dava apoio financeiro e moral a sua tia”, relata o responsável pelo caso.

Delegado Fábio Santana (Foto: ssp.se.gov.br)

As prisões decorreram de um longo trabalho investigativo traçado em conjunto com os policiais de Nossa Senhora das Dores e a Divisão de Inteligência de Planejamento Policial (Dipol).


Os acusados confessaram o crime e estão custodiados no Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope), onde estão à disposição do Juízo da Comarca de Dores para encaminhamento ao sistema prisional sergipano.


Fonte e Fotos: ssp.se.gov.br

07 de Outubro de 2016,
Postado por Visite Dores em Notícias